Blogdoadvogado's

ASSUNTOS JURÍDICOS IMPORTANTES E ATUAIS, TRATADOS EM LINGUAGEM OBJETIVA.

Regime de bens no casamento (comunhão parcial de bens, separação total de bens, comunhão universal de bens, Participação final dos aqüestos)


REGIME DE BENS – Conjunto de determinações legais ou convencionais, obrigatórios e alteráveis, que regem as relações patrimoniais entre o casal, enquanto durar o casamento. No Brasil, o regime de bens que é antecipadamente determinado por lei para vigorar durante o casamento, mesmo os habilitantes não se manifestando nesse sentido, é o da comunhão parcial de bens.

E atualmente o parágrafo 2° do artigo 1.639 do Código Civil prevê que é admissível alteração do regime de bens, mediante autorização judicial em pedido motivado de ambos os cônjuges, apurada a procedência das razões invocadas e ressalvados os direitos de terceiros.

Os regimes de bens, estão previstos no Código Civil.

No Brasil os regimes de bens, atualmente em vigor:

a) o da comunhão parcial de bens;
b) o da comunhão universal de bens;
c) regime de participação final nos aqüestos,

d) o da separação de bens, e:

e) Separação obrigatória legal de bens (com base na idade).

No ato da entrada no processo, os noivos deverão optar por um dos regimes de bens. Veja basicamente como funciona cada um:

A) Comunhão parcial de bens -
Neste regime, comunicam-se os bens adquiridos depois do casamento, com exceção de herança e da doação (salvo se esta for feita a ambos os cônjuges). São incomunicáveis os bens que cada um possuir ao casar.

Cônjuge é cada uma das pessoas ligadas pelo casamento em relação à outra.

B) Comunhão universal de bens – Neste regime, comunicam-se todos os bens, presentes e futuros. Será necessário o consentimento de ambos os cônjuges para alienação dos bens comuns. É necessário fazer escritura de pacto antenupcial.

C) Regime de Participação final dos aqüestos -
É necessário fazer escritura de pacto antenupcial. Neste regime, comunicam-se os bens adquiridos depois do casamento, com exceção de herança e doação (salvo se esta for feita a ambos os cônjuges). São incomunicáveis os bens que cada um possuir ao casar, bem como os de uso pessoal, livros e instrumentos da profissão. A administração do bem é exclusiva daquele que tiver sua titularidade, podendo inclusive aliená-lo sem consentimento do outro cônjuge.

D) Separação de bens -
É necessário fazer escritura de pacto antenupcial, exceto para os casos obrigatórios previstos em lei. Neste regime, os bens existentes e os que vierem a ser adquiridos são incomunicáveis. A administração do bem é exclusiva àquele que tiver sua titularidade, podendo inclusive aliená-lo sem o consentimento do outro cônjuge.

e) Separação obrigatória legal de bens
Para pessoas com idade igual ou superior a 60 anos é obrigatório o regime da separação “legal” de bens. É também obrigatório o regime da separação de bens para pessoas divorciadas e/ou viúvas que não fizeram a partilha dos bens referente ao casamento anterior.

Para a Dra. Luciana Sciumbata:

Esse tópico, que determina a obrigatoriedade para as pessoas com mais de 60 anos, deixa claro que a Legislação deve ser atualizada, uma vez que nos dias de hoje, uma pessoa de 60 anos está muito longe de ser um idoso, que não esteja em seu juízo perfeito para tomar decisões com relação aos seus bens.

Em razão disso, diversas decisões acabaram por adequar a Lei ao caso específico.

Portanto, se houver dúvida, ou provas de que se trata de um caso para o qual esta Lei esteja sem sentido, consulte um advogado.

—————
Essa matéria pode ser reproduzida no todo ou em parte, desde que citadas as fontes.
—————

Fonte: Jus Brasil e Por: Dra. Luciana Sciumbata
http://blogdoadvogado.wordpress.com

Siga a Dra. Luciana no twitter:

http://twitter.com/@Lusciumbata

___________________________

About these ads

29/04/2010 - Posted by | justiça | , , , , , , , , , , , , , , , ,

5 Comentários »

  1. sou casada com separaçao de bams meu marido tem um filho com outra .tudo è no meu nome gostaria de saber se a caso meu marido vier a faleçer esse filho tera direito em alguma coisa a nossa casa e nosso carro tudo è no meu nome???

    Comentário por francinilva de almeida agostinho | 10/11/2010 | Resposta

    • Prezada Francinilva,

      Com relação à sua duvida, (reproduzida abaixo), a proncípio, uma vez que os bens estão em seu nome e  o casamento ocorreu no Regime de Separação total, o filho que seu marido teve com outra pessoa, não herdará nada.

      No entanto, se os bens estavam em nome de seu marido e este passou para o seu nome Ou se você não
      tiver como comprovar renda, para que tenha adquirido os bens, podem ser questionados.

      Há cuidados a serem tomados nestes casos, evitando problemas futuros.

      Em caso de duvidas, entre em contato.

      Atenciosamente,
      Dra. Luciana Sciumbata
      http://blogdoadvogado.wordpress.com
      http://twitter.com/@Lusciumbata

      Comentário por blogdoadvogado - Dra. Luciana Sciumbata | 12/11/2010 | Resposta

  2. olá Dra Luciana

    tenho uma dúvida e gostaria de saber se a senhora já viu algum caso parecido, se existe algum entendimento sobre o assunto. pois bem, sou farmacêutico-bioquímico mas atuo apenas na área de análises clínicas, acontece que estou me formando em medicina e sei que há uma legislação que proíbe a atuação simultânea das das profissões.
    DECRETO 20.931 DE 11/01/1932
    RET 20/01/1932
    h) exercer simultaneamente as profissões de médico e farmacêutico quando formado em medicina e farmácia, devendo optar por uma delas, do que dever ser de conhecimento por escrito, ao Departamento Nacional de Saúde Pública;
    Por fim gostaria de saber o que a senhora pensa sobre o caso.
    grato

    Comentário por ricardo kegler | 17/11/2010 | Resposta

  3. Boa tarde! Estou separada judicialmente desde novembro de
    2003, porém no mês seguinte, em dezembro, eu voltei para o meu
    marido e até janeiro de 2010 vivemos junQuero saber se eu posso dar
    entrada no divórcio ou tem que ser na dissolução da união estável.
    Obs; ele adquiriu um bem imóvel durante esse tempo que voltamos, eu
    tenho direito? Obrigada!

    Comentário por BEATRIZ | 04/01/2011 | Resposta

  4. gostaria de saber se meu filho tem direito algo que meu ex marido vien a conquistar com sua mulher atual ; falo de bens eles sao casados no sivil

    Comentário por joeline | 13/05/2011 | Resposta


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 240 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: